domingo, 4 de março de 2012

A poesia das cartas


Um jogo que mistura agilidade, exercício mental e poesia assim é o karuta, palavra derivada do português que significa carta. O karuta é um jogo tradicional japonês em que o jogador deve decorar os poemas dos 100 poetas e pegar mais cartas do que o oponente, podendo ser tanto do seu lado quanto do lado adversário.
O jogo tem duas modalidades a com poemas em que o jogador precisa ouvir a primeira parte do poema e procurar pelo restante dele nas cartas dispostas no chão e a modalidade com figuras, geralmente jogada por crianças, em que devem encontrar o proverbio que condiz com a gravura.

Apesar da técnica ser simples o jogo em si exige muito do jogador. Durante o jogo deve-se decorar a ordem das cartas em 15 minutos, após isso alguém lê um dos 100 poemas e deve-se achar a mesma carta (como se fosse um jogo da memória com palavras). Porém duas coisas torna o jogo difícil uma é que tem 50 cartas que podem ser lidas e não estão no jogo, chamada de cartas mortas, a segunda é que o adversário pode passar uma carta para você quando houver uma falta - pegar uma carta que não está no jogo ou pegar a carta errada - ou embaralhar as cartas na ordem que quiser durante o jogo.
Por isso, mais do que um jogo o karuta poder ser equiparado a um esporte dado ao esforço físico - mental envolvido, pois além do jogador precisar ficar atento às palavras lidas e reconhecer -las imediatamente há necessidade de ser rápido e ágil ao pegar as cartas certas. 
O karuta tem torneios em todo o Japão e os melhores jogadores são chamados de mestre e rainha do karuta, antes disso o jogador precisa passar pelas classes E, D, C, B e A participando de torneios regionais. Além disso, é um jogo que faz parte das brincadeiras tradicionais do ano novo japonês.


                             

Um comentário:

  1. Eu gostaria de ler todos os cem poemas, não consigo encontrar em lugar algum, por favor, poderia postar?! Obrigada.

    ResponderExcluir